Retail Design: a importância do projeto comercial


Vamos introduzir o tema explicando resumidamente o que é Retail Design. Este termo nada mais é do que a sua tradução literal, Desenho de Varejo, uma prática mercadológica que se dedica a traduzir o DNA de uma marca, suas intenções e conceitos, e conduzir o consumidor numa jornada de compra que culmine numa experiência agradável no ponto de venda. Esta prática requer uma integração entre disciplinas, aliando competências comerciais, criativas e comportamentais a técnicas da área de arquitetura, design de serviços, marketing, neurociência, pesquisa de mercado, coolhunting e design estratégico.

Nos últimos anos o tradicional ponto de venda (mais conhecido no meio do varejo como PDV) vem sendo fortemente impactado e forçado a se adaptar às mudanças de comportamento do novo consumidor. Com o avanço das vendas no âmbito online, os espaços off-line viram a necessidade de trazer algo que o ambiente virtual não conseguisse, as trocas interpessoais, experiências sensoriais, emoções e histórias a serem vividas.

Visando a concepção de um PDV estimulante e que atraia o seu público alvo, é muito importante que o profissional ou a equipe que esteja à frente do projeto comercial, domine as técnicas de Visual Merchandising, Marketing e Arquitetura. Tão importante quanto o desenho funcional e belo de uma loja é a aplicação das estratégias que farão com que o espaço seja transformado e comunique o propósito da marca, fazendo com que o principal objetivo seja atingido:  converter o esforço em vendas e marcar positivamente a memória do consumidor.

No processo de concepção dos espaços comerciais é imprescindível uma imersão no propósito e na história da marca a ser trabalhada, assim como entender o funcionamento do negócio, como age o seu público, aprender sobre o serviço ou produto comercializado e seu posicionamento no mercado.  Com esses dados somados às tendências de consumo e as necessidades operacionais da empresa, elabora-se um conceito para o projeto com a definição das diretrizes e experiências que ele deverá estimular no consumidor para conquistar sua mente e despertar emoções, pois é a partir de uma boa experiência que o cliente poderá definir a sua compra, seja naquele momento ou no futuro.

Muitas vezes procura-se o profissional especializado na área de varejo ou Visual Merchandising quando o projeto de arquitetura comercial já está concluído, o que acarreta uma limitação na atuação deste profissional, pois os espaços já estão fixados e, na maioria das vezes, não foram pensados de maneira global a incorporar todos os pontos importantes para o processo e experiência de compra. A importância de se pensar o Retail Design no início da concepção destes projetos é a maior probabilidade de acerto visando conversão de vendas versus tradução do conceito da marca no espaço físico, o que acarreta evitar retrabalhos.

Para mensurar os resultados das intervenções feitas no PDV é necessário uma comunicação periódica entre o profissional de projetos e a área de vendas, afim de saber informações sobre as análises, observações e feedback destes profissionais, sendo fundamentais para validação das estratégias de projeto aplicadas.

O maior desafio do profissional de projetos comerciais é demonstrar ao cliente que esses estudos e informações é a linha base que deve guiar todo o projeto na direção da satisfação do consumidor, que vai fazer com que ele tenha experiências, algumas vezes até memoráveis. Quem não tem uma lembrança marcante de uma loja ou espaço comercial?  Quem não lembra do cheiro ou da música de uma certa loja? Tudo no ponto de venda deve ser pensado de forma integrada para que jornada do consumidor flua, criando ambientes que aproximam marcas e pessoas numa experiência atrativa, isso é Design de Varejo!

 

Para mais informações ou contato para projetos:  @mluizafmenezes ou molaatelie


Compartilhar:
PENSOU EM OBRA © 2021 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS